emusys

Como calcular porcentagem de falta de alunos?

Em todas as escolar é importante estabelecer o mínimo de frequência necessário para os alunos serem aprovados. Entenda mais sobre o assunto no decorrer deste texto.

Segundo a Lei Nº 12.796, de 4 de Abril de 2013, a partir de 2014, instituições de ensino passaram a exigir a presença mínima das crianças com idade entre 4 e 5 anos na pré-escola.

Porém, essa regra se aplica a todo os tipos de escola, seja de música, línguas, entre outras opções e para as diferentes faixas de idade dos alunos.

É importante estabelecer esse mínimo de frequência que os alunos precisam ter para serem aprovados, a fim de garantir um melhor aproveitamento escolar.

Sendo assim, vamos te mostrar como calcular porcentagem de falta de alunos, se você deseja saber mais sobre isso, leia até o final!

1° Porcentagem de alunos que estão presentes:

Dependendo da situação, você pode calcular de diferentes formas a porcentagem de falta dos seus alunos, por isso, vamos te falar sobre cada uma das opções.

Primeiramente, vamos ver como funciona a análise da porcentagem de alunos que estão presentes em aula.

Para efetivar o cálculo, você deverá dividir a quantidade de alunos presentes no dia da aula pela quantidade total de alunos da turma e multiplicar por 100.

Sendo assim, se em uma sala de 50 alunos, no dia da aula estão presentes 36, veja como ficará o cálculo: 36/50.100 = 0,72, ou seja, 72% da turma está presente.

2° Porcentagem individual da presença dos alunos em todas as aulas:

Diferente do cálculo feito anteriormente, há como saber a porcentagem de falta de cada aluno individualmente no decorrer das aulas.

Para conseguir ter esse controle, deve-se dividir o número de aulas que o respectivo aluno frequentou pelo número total de aulas ministradas e multiplicar isso por 100.

Vamos te apresentar um exemplo, se foram ministradas 60 aulas e este aluno estava presente em 48 aulas, logo, sua presença será: 48/60 . 100 = 80%.

Porém, as duas formas até então citadas, são melhores para os professores de cada disciplina terem o controle sobre a frequência de seus alunos, quando vai se analisar o conjunto de disciplinas, há outras maneiras.

3° Porcentagem da carga horária geral

Esse método é voltado para o cálculo de porcentagem de faltas considerando a carga horária geral do aluno.

Para se obter o resultado é preciso:

(Carga horária geral – Número de faltas) / CH geral . 100 = Porcentagem de faltas

A carga horária geral é referente a soma da carga horária efetiva de todas as disciplinas compreendidas na série que o aluno está cursando, mesmo não estando matriculado.

Dessa forma, você conseguirá determinar a porcentagem de faltas de cada aluno da sua escola.

4° Porcentagem por disciplina

Além das outras formas que nós já citamos para você identificar as faltas do aluno da sua escola, existe a maneira que permite fazer o cálculo voltado para a porcentagem por disciplina.

Nesse caso, o cálculo é feito da seguinte forma:

(Carga horária da disciplina – faltas) / Carga horária geral . 100 = Porcentagem de faltas.

Portanto, o resultado é dado pela carga horária da disciplina que é referente a soma da carga horária efetiva das disciplinas cursadas pelo o aluno, menos a quantidade de faltas registradas na disciplina observada.

Após esse primeiro momento, deve-se dividir pelo total da carga horária da disciplina multiplicado por cem.

Como funciona a frequência escolar:

Como já foi falado, a frequência escolar está prevista em Lei e por isso toda instituição de ensino deve criar suas próprias regulamentações a respeito do limite de faltas dos alunos.

No entanto, deve considerar o limite mínimo de 75% referente ao total de horas letivas para aprovação.

Portanto, em cada escola, pode-se ter uma variação quanto a exigência de frequência, cada uma com sua própria regra.

Motivos pelos quais os alunos faltam

Além de se preocupar com a porcentagem de falta dos alunos, é fundamental pensar nos motivos que levam os alunos a não frequentarem o ambiente de ensino.

Dessa forma, nós fizemos um levantamento de hipóteses que contribuem para esse cenário, para que você possa observar se a sua escola se enquadra e buscar meios de mudar.

Dentre as principais causas, estão: desmotivação com o conteúdo ministrado, desmotivação com a instituição, falta de motivação pela didática usada pelo professor.

Ademais, precisamos considerar as falhas no processo educacional que não levam em consideração as demandas individuais dos alunos, bullying e algumas outras causas.

Como evitar que os alunos faltem

O primeiro passo que os responsáveis pela gestão da instituição devem realizar é observar os alunos que costumam faltar mais.

Em um segundo momento, deve-se compreender o que tem motivado esse aluno a não querer frequentar o ambiente de ensino.

Após a análise, a instituição deve traçar caminhos que atraiam novamente esse aprendiz, fazendo com que ele se sinta confortável.

Por isso, para evitar essa evasão, as escolas devem buscar estratégias didáticas interessantes, ter uma estrutura adequada para receber seus alunos e evitar que eles não sejam frequentes. 

Depois destas informações você já pode realizar os cálculos corretos para sua escola de música online!

 Conheça a plataforma mais completa do mercado para escolas de música clicando aqui!

A ferramenta completa para a gestão da sua escola de música

Posts relacionados